sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Parabéns Todo Poderoso!!!


Essa é a minha religião! esse é o meu amor! marcado no coração para sempre.
Todo poderoso Timão, Corinthians Paulista do meu coração, parabéns por mais esse aniversário, que sua existência seja sempre repleta de glorias! Obrigado por me fazer chorar esse ano após ser libertado depois de 25 que vivi na espera!

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Ta chegando o 2º Desafio - Bicicletas ao Mar

Vai ser domingo agora, confesso que estou um pouco tenso, mas não vou amolecer de forma alguma! Espero semana que vem postar aqui um relato de uma maravilhosa aventura sem nenhum tipo de problema.


Mais de 100k pela rota Márcia Prado de São Paulo a Santos, sendo que de decida são somente 17k. FORÇA VEGANA em duas rodas!

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Subindo o Gigante!

Sábado (18/08/2012) fiz meu treino mais pesado até hoje, fui chamado pelo meu amigo Franz a subir o pico do jaraguá correndo. São 4.5k de uma puta subida com uma paisagem recompensadora no final, mas entenda, é uma senhora subida de respeito, um verdadeiro gigante.
Depois que o Franz me fez o convite resolvi me preocupar um pouco mais com as subidas (na real venho enfrentando subidas leves e medianas desde quando fiquei sabendo que na corrida de Pirituba haviam subidas), então como eu passei a treinar no Ceret do Tatuapé, e la tem umas boas subidas, decidi repetir mais vezes no roteiro do treino essas subidas. Treinei com as subidas na segunda e na quarta feira, na sexta encontrei um brother de infância, que para minha surpresa corre também, pela equipe Wilson. Ele este estava passando treinamento e claro, me convidou para treinar com eles. Esse foi meu primeiro treino de sprint, 5x de 100m e 10x de 200m intercalados com trotes de 800m. Foi muito bacana, algo novo para mim, quero voltar a fazer esse tipo de treino em breve. Após esse treino, fiz mais uns 3k para poder sair satisfeito do treino hehehe.
Já no sábado pela manhã, estávamos la, Franz e eu iniciando a subida do gigante. Seguimos em um ritmo mediano e em pouco tempo já dava para perceber o quanto aquelas subidas exigem do treino. Fizemos os primeiros 3k correndo e paramos para caminhar um pouco, deste ponto até o final foram 500m andando, 500m correndo e os últimos 500m correndo. Durante o trajeto, passaram por nós vários ciclistas claramente sofrendo com a força da subida e quase já no final uma cena muito bacana da subida, estávamos em uma altitude tão grande, que passou por nós (na mesma altura, praticamente do nosso lado) um helicóptero.
Para quem pretende fazer essa subida, o inicio é pesado, mas digamos que é um nível mediando, do meio pro final as subidas fica muito mais pesadas.
Finalmente chegamos la, 4.57k em 36min, uma vitória, com a sua recompensa.

Foto que tirei quando chegamos no topo do pico do Jaraguá.

Realmente, la de cima do pico a paisagem é fantástica, deu para ficar um bom tempo la, só olhando e esquecendo de todos os problemas. Uma coisa sensacional é olhar para baixo e ver os pássaros voando, bem abaixo de onde você esta. A unica coisa que me deixou realmente triste é ver a camada de poluição que fica mais escura encima do centro de São Paulo, é realmente muito triste ver oque o "progresso" faz com nosso ar.


A volta resolvemos descer a pé mesmo, trocando ideia, e neste trajeto foi quando vimos uma cena épica, algo tipico de documentário de tv a cabo. Vimos vários macacos pulando entre os galhos, mais de 20, sendo a ultima tropa composta por mãe com seus filhos pendurados nas costas. Uma cena maravilhosa e desesperadora ao mesmo tempo, pois os saltos faziam com que os galhos envergassem devido ao peso dos macacos, por mais que eu saiba que eles fazem isso direto, a cena ainda me dava frio na barriga. Alem dos macacos saltadores, teve um macaco que estava na beira da estrada tentando interagir com as pessoas que estavam passando por la, tentei tirar uma foto de perto, porem ele começou a andar em minha direção talvez achando que meu celular era algo de comer, nesta hora meu brother Franz me falou que os macacos daquela região costumam pegar os pertences dos pedestres, então guardei o celular e segui viagem, o unico problema é que o macaco ficou no meio da estrada, então Franz e eu  tivemos que ir parando os carros que estavam subindo para avisar da presença do macaco na estrada. 

O tal macaco que se interessou pelo meu celular rs.


Foi realmente um treino muito forte, que combinamos fazer pelo menos uma vez por mês, porem a segunda dose veio antes mesmo de eu terminar de escrever esse post. Domingo passado (26/08/2012) estávamos la novamente diante do gigante, Franz, eu e desta vez mais 3 novos amigos, Rafa Alves, Márcio Kalach e Ricardo Ferro. Ou seja, agora eramos 5 membros da FORÇA VEGANA encarando o gigante e o desafio dessa vez era um pouco mais intenso, já que o Franz e o Ricardo já está treinando para suas primeiras maratonas, o Rafa já é maratonista e o Márcio é um tremendo ultramaratonista, sendo assim, eu era o garoto juvenil da história, mesmo assim, antes de sair de casa já havia me decidido, iria acompanhar o ritmo dos meus amigos.
E la vamos nós, dessa vez com um ritmo um pouco mais leve só que graças a isso, com muito mais disposição. Subimos em um pace médio de 6:50min/km e desta vez consegui fazer o trajeto praticamente inteiro só quebrando nos ultimo metros.


Fui realmente muito melhor do que a primeira vez que subi, controlei melhor o ritmo e consegui chegar com muita força até o final, só quebrei na ultima curva que realmente é uma das partes mais ingrimes da subida, o que sinceramente considero como se não tivesse quebrado hehehe. Fizemos a subida em cerca de 30min e todos conseguiram chegar. Fizemos o clássico intervalo no ponto mais alto do pico para admirar a paisagem e trocar figurinhas, fizemos a hidratação e encaramos a descida, dessa vez no trote.

Apesar da cara de cansado, eu estava com pique ainda rs.

Fizemos a descida bem tranquilos, trocando ideia, em um trote leve com um pace médido de 6min/km e finalizamos a descida em cerca de 25min. Infelizmente desta vez não tinham macacos, mas foi bacana da mesma forma. Foi muito legal conhecer o Rafa, o Márcio e o Ricardo, os 3 são extremamente gente fina, espero realizar mais treinos e até mesmo provas com esses caras. Conversei com eles sobre o meu receio de me escrever em uma corrida de 10k e só fui incentivado a faze-lo, algo que realmente me encorajou. O treino terminou com praticamente 9k de uma subida de respeito e consequentemente uma descida que requer prudencia, tudo isso sem drogas (licitas e ilícitas) sem carne, sem queijo, sem leite, sem ovos, sem sangue inocente e sem culpa.


Na volta para a estação de trem ao bom estilo vileiro funkeiro, a trilha sonora foi a inspiração de qualquer corredor vegano. PROMOE - LONG DISTANCE RUNNER.




No alcohol, no weed
No cigarettes, no És
No milk, no cheese
No eggs, no meat
Just meditation and peace


FORÇA VEGANA!

terça-feira, 14 de agosto de 2012

CIRCUITO POPULAR - ETAPA PIRITUBA | Minha primeira corrida

Sim o dia chegou e foi domingo passado (12/08/2012), a minha primeira corrida, meus primeiros 5k em uma competição. Depois de 3 meses me preparando, havia chego a hora de botar os treinos em prática. Vou tentar passar um pouco de como foi a sensação deste dia aqui neste post.
Meu sábado, dia que antecedia a corrida, foi bem tranquilo na maior parte do tempo, fiquei em casa descansando as pernas do treino de sexta-feira e me preparando para o show do Final Round (banda que canto) que iria acontecer a noite. Eu estava sentido algumas dores na perna esquerda devido ao treino do dia anterior e isto estava me deixando um pouco preocupado, mas nem de longe pensei em desistir. 
Fui para o show e o Final Round foi a ultima banda (o que me fez sair um pouco tarde do local do show). Mesmo sabendo que teria a corrida no dia seguinte, não mudei minha postura comum dos shows, vivenciei o show da mesma forma dos outros, dando sempre o melhor de mim.

Não tinha nenhuma foto do show do dia 11/08 mas vai essa mesmo que é no mesmo pico =)

Depois do show, chegou a hora do descanso final antes da corrida. Cheguei em casa por volta das 23:45, ainda jantei com a minha noiva (que me esperou com a janta pronta e um lindo sorriso no rosto) e fui tentar dormir, o que foi meio complicado devido a ansiedade. Já no dia seguinte as 05:20 da manhã, eu já havia levantado e estava me arrumando e preparando o café da manhã, tentando comer algo mais nutritivo e menos pesado possível, sendo assim, fui no infalível cereal com banana e leite de soja e depois para completar um pão integral com pasta de amendoim.


Com o Café da manhã devidamente tomado, meu destino era Pirituba, mais precisamente o Parque Toronto pra isso fiz o trajeto metro -> trem -> ônibus. No ponto de ônibus encontrei 4 caras que também estavam indo para a corrida e resolvi trocar uma ideia com eles, saber se corriam sempre, se já haviam ido para o local da corrida, etc. O legal foi ver a reação deles quando falei que seria minha primeira corrida, todos ficaram impressionados, me desejaram uma excelente corrida e falaram coisas do tipo "é bem tranquilo, não se preocupa que estão lhe passando, não se preocupa em passar ninguém", as mesmas coisas que meu amigo Franz me disse, quando me inscrevi nesta prova.

Essa era a vista da largada quando cheguei no parque toronto.

Chegando no parque toronto, começou a subir uma certa adrenalina, o local estava lotado, havia gente correndo pra la e pra cá, possivelmente se aquecendo, havia policiamento, som em alto falante, o lugar estava realmente vivo. Tratei de ver qual era o meu numero em um painel com o nome de todos os atletas em ordem alfabética. 40319 esse era o meu numero, nesse momento foi quando eu falei comigo mesmo, "sim, isso está acontecendo, eu estou aqui e daqui a alguns minutos estarei correndo". Com o numero anotado, retirei meu kit (numero do peito, alfinetes para prender o numero a camiseta e o chip). Fui até o guarda volumes e guardei blusa, celular, carteira, etc e ai lembrei que eu tinha direito a uma camiseta da prova, peguei a camiseta, mas quando voltei a guarda volumes simplesmente havia sumido minha sacola. Eu já esperava que algo acontecesse, comigo sempre acontece algo hehehe. Enquanto a moça procurava a sacola eu coloquei o chip entre o cadarço do tênis e coloquei o numero na camiseta, neste momento ela me disse que iria guardar a camiseta que eu estava levando e que iria continuar a busca pela sacola, mas que eu deveria me dirigir para a largada para não me atrasar e foi isso que fiz, me alonguei e parti para a largada. Acredite, lendo isso parece que eu sabia o que estava fazendo, mas na verdade eu estava muito perdido e a muito tempo o pessoal que eu conheci no caminho havia sumido.
O local da largada, estava completamente lotado e impossível de andar a frente, eu tinha a impressão de ter umas 50 pessoas atrás de mim e pelo menos umas 300 a frente. Nesse momento não tinha mais como voltar atrás, a adrenalina estava no máximo, o pessoal em volta estava bem animado, passaram milhões de coisas na cabeça e só consegui voltar a si quando começou o a tocar o hino nacional. Após o hino, foi questão de 2 minutos para disparar a largada, neste momento meu sentimento (bem de principiante mesmo hehehe) era "sai, sai da frente me deixa correr!!!" e só depois que passei da linha da largada que consegui um espaço para me movimentar, ai meu amigo, esqueci todas as dicas que li dizendo que o ideal é começar em um ritmo médio para ter disposição no final, deixei toda a euforia se concentrar nas pernas e sai fritando.


Era uma sensação incrível, olhava toda aquela gente em todas direções correndo, ouvia os gritos de incentivo, me via passando muitas pessoas e com o gaz total, simplesmente indescritível, lembro que muitos momentos da corrida eu estava rindo atoa, transparecendo a minha sensação, sentia que definitivamente, correr é algo sensacional. Mantive o ritmo forte até quase o final, a adrenalina de estar em uma corrida oficial me possibilitou isso. Alguns momentos, devido a essa emoção, eu sentia que estava perdendo um pouco do controle da respiração, mas quando percebia isso, tratava logo de retomar o controle.


Tomei água somente uma vez durante o percurso, mas houveram muitas oportunidade de pegar água nos postos de hidratação, só achei que não era necessário, pra ser sincero, a vez que tomei foi mais pensando em prevenção do que sede mesmo. A unica subida do trajeto não foi problema e a descida, consequência desta me serviu de alavanca. Quase no final da prova, senti que deu uma pequena queda no meu ritmo, mas não me preocupei, porque já tinha conseguido avançar bastante e sentia que tinha forças de sobra para terminar a corrida. Ao se aproximar da chegada a primeira coisa que veio na minha cabeça foi "consegui, já posso comemorar" e ao passar a chegada, ai sim foi minha maior surpresa, o tempo que estava marcando no cronometro, estava na faixa dos 22", algo extremamente impressionante para mim, visto que em treinos, meu melhor tempo de 5k havia sido 24:39", então não acreditei muito no que tinha visto e fui pegar minhas coisas de volta para partir para casa. Ao entregar o chip, ganhei uma linda medalha e uma barra de torrone, o torrone e ofereci para primeira senhora que passou por mim que aceitou com um sorriso, já a medalha fiquei um bom tempo admirando ela.


Peguei meus pertences (sim, acharam a minha sacola =] ) e parti de volta para zona leste, no caminho conversei com mais alguns atletas que me parabenizaram muito pelo tempo que fiz por ser a minha primeira prova (o que me deixou mais incrédulo) e um deles, gentilmente anotou para mim o endereço do site Runnersp para que fosse possível eu ver o meu resultado. Cheguei em casa e ainda estava com a adrenalina correndo, então para descarregar, comi uma maça, uma barra de cereal e sai para andar de bike =]. Mandei 30k pedalando para sossegar de vez o animo. Mais tarde entrei no Runnersp e vasculhei os site dos resultado, para a minha surpresa o resultado da prova estava disponível no site da empresa que faz o chip e nesta hora pude confirmar.


22:14", eu não estava maluco quando vi, eu realmente fiz a prova na casa dos 22", ai tive outra surpresa, em uma corrida de rua, o atleta possui dois tempos, o tempo oficial e o tempo liquido, o tempo oficial é o tempo que o atleta levou para cruzar a linha de chegada contando desde o momento que é disparada a largada, o tempo liquido é o tempo que o atleta levou para cruzar a linha de chegada contando a partir do momento em que ele cruzou efetivamente a linha da largada, ou seja, o tempo liquido é o tempo real em que o atleta completou o percurso da corrida. Sendo assim, fiz 5k em 21:39", realmente uma conquista muito gratificante que me deixou com mais vontade de correr novamente.
Hoje já me inscrevi em outra corrida, a 5ª Corrida e Caminhada Droga Mata Esporte Salva que vai acontecer no dia 30/09/2012 na zona leste de São Paulo e estou para iniciar uma série de treinos para fazer a transição de 5k para 8k. Espero poder fazer mais posts como esses =].

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

E as olimpíadas de Londres 2012 chegam a fim

E foi com essa sensação que fiquei:


Deixo aqui meus parabéns para todos os atletas olímpicos que representaram o Brasil, muito sucesso a vocês e espero que recebam o merecido reconhecimento, espero também que os investimentos saiam um pouco de cima do futebol e passem a ser investidos em todos nossos atletas de forma justa e igualitária. Pra você que se limita em assistir e reclamar, só os meus lamentos.

sábado, 11 de agosto de 2012

Os primeiros 5k

Ah, os primeiros 5k ninguém se esquece, principalmente eu que ainda estou nesta faixa... Mas vamos la, quero com esse post compartilhar como foi que comecei a correr e como foi a organização dos meus treinos até a minha primeira corrida.
Eu comecei a correr em maio deste ano (2012) com o simples proposito de combater a doença mais comum de todas, o sedentarismo. Nessa época eu estava sem fazer nenhum tipo de atividade física e estava querendo emagrecer, então, nem eu sei porque, decidir começar a correr para ver como é. Bom, nem preciso dizer o resultado.
Quando comecei a correr, não me preocupava com nada, nem com tempo de treino, nem com ritmo, distancia, nada. Mas como eu fui tomando gosto pelo esporte, comecei a me dedicar mais, me preocupar se estava fazendo certo e comecei a treinar com mais força, foi ai que conheci o Endomondo, um aplicativo muito bacana que funciona como se fosse um treinador no seu smart fone, ele registra velocidade, distancia e mais uma porrada de coisa do seu treino, através do GPS do celular, em uma próxima oportunidade, faço um post sobre o ele.


Outra mudança que ocorreu, foi devido a intensidade que foi tomando meus treinos, conforme fui me dedicando mais, começaram a surgir as dores no joelho e no pé, então vi que era hora de trocar o tenis, antes eu corria com um nike vengeance, mas ele não estava dando conta do tranco, então resolvi pesquisar um tênis próprio para corrida e que fosse bom o suficiente para aguentar um bom tempo sem trocar. Depois de pesquisar bastante, acabei pegando um mizuno wave ultima 3, esse sim, depois do primeiro treino já senti a diferença, um baita conforto, sem sentir dores. Então saiba, o tênis faz diferença sim, não na performance, mas no seu bem estar, pelo menos comigo foi assim. Não quero fazer propaganda de tênis, mas tenho que ser sincero, esse mizuno eu recomendo.


Beleza, eu já tinha o histórico e as estatísticas dos meus treinos, já tinha um tênis legal e o principal, tinha muita vontade de continuar e evoluir, foi ai que veio a ideia de entrar em uma corrida, para sentir a sensação de correr em um competição e de desafiar a si mesmo a conseguir quebrar recordes de tempo e distancia. Ai entrou o primeiro desafio, a distancia. Toda corrida de iniciante que achei era a partir de 5k, marca que eu ainda não conseguia fazer correndo direto.
Ok, então a meta agora é conseguir fazer os 5k. Conversei com meu amigo Franz da equipe de corrida Força Vegana, que foi me dando varias dicas, dentre delas a que até agora foi a mais importante, foi quando ele falou "não se preocupe com a velocidade, apenas tente fazer o seu treino inteiro correndo, mesmo que seja na velocidade de caminhada, mas tente fazer o tempo inteiro no trote, nisso fique tentando controlar a respiração", no mesmo dia que ele me disse isso fui treinar desta maneira e posso dizer que meu treino foi completamente diferente, me foquei em controlar a respiração e tentei ao máximo não para de correr, mesmo que se eu tivesse que correr na velocidade das pessoas que estavam caminhando. Conclusão deste treino, me senti muito mais disposto a fazer uma distancia maior e deste ponto em diante meus treinos melhoraram em 100% praticamente.
Mesmo respirando melhor eu ainda não conseguia fazer os 5k, então pesquisando no oraculo google, descobri a famosa planilha de iniciantes para chegar do primeiro dia até os 5k. Realmente esta planilha é excelente, senti um progresso absurdo ao seguir ela e estou usando ela como base para iniciar minha noiva e minha cunhada no mundo das corridas. Essa planilha consiste em 9 semanas de treino, distribuídos em 3 dias de treino por semana. As primeiras semanas são treinos extremamente leves, que qualquer um pode fazer, já as ultimas pede até 25 minutos correndo direto. Separar menos de 30 minutos por dia de treino para fazer essas sequencias não é sacrifício para ninguém. Recomendo que se você que esta lendo resolver acompanhar essa planilha, intercale os treinos com dias de descanso, exemplo, segunda, quarta e sexta.

Semana Treino 01 Treino 02 Treino 03
1 Aquecimento: 5 min caminhando;
Repetir 2x: 60 seg correndo com 90 seg caminhando;
60 seg correndo com 95 seg caminhando;
65 seg correndo com 95 seg caminhando;
Repetir 2x: 65 seg correndo com 90 seg caminhando;
60 seg correndo com 95 seg caminhando;
65 seg correndo;
Desaquecimento: 3 min caminhando.
Aquecimento: 5 min caminhando;
Repetir 2x: 60 seg correndo com 90 seg caminhando;
60 seg correndo com 95 seg caminhando;
65 seg correndo com 95 seg caminhando;
Repetir 2x: 65 seg correndo com 90 seg caminhando;
60 seg correndo com 95 seg caminhando;
65 seg correndo;
Desaquecimento: 3 min caminhando.
Aquecimento: 5 min caminhando;
Repetir 2x: 60 seg correndo com 90 seg caminhando;
60 seg correndo com 95 seg caminhando;
65 seg correndo com 95 seg caminhando;
Repetir 2x: 65 seg correndo com 90 seg caminhando;
60 seg correndo com 95 seg caminhando;
65 seg correndo;
Desaquecimento: 3 min caminhando.
2 Aquecimento: 5 min caminhando;
Repetir 5x: 90 seg correndo c/ 2 min caminhando;
90 seg correndo;
Desaquecimento: 01:50 min caminhando.
Aquecimento: 5 min caminhando;
Repetir 5x: 90 seg correndo c/ 2 min caminhando;
90 seg correndo;
Desaquecimento: 01:50 min caminhando.
Aquecimento: 5 min caminhando;
Repetir 5x: 90 seg correndo c/ 2 min caminhando;
90 seg correndo;
Desaquecimento: 01:50 min caminhando.
3 Aquecimento: 5 min caminhando;
90 seg correndo com 90 seg caminhando;
3 min correndo com 3 min caminhando;
90 seg correndo com 90 seg caminhando;
3 min correndo;
Desaquecimento: 04:10 min caminhando.
Aquecimento: 5 min caminhando;
90 seg correndo com 90 seg caminhando;
3 min correndo com 3 min caminhando;
90 seg correndo com 90 seg caminhando;
3 min correndo;
Desaquecimento: 04:10 min caminhando.
Aquecimento: 5 min caminhando;
90 seg correndo com 90 seg caminhando;
3 min correndo com 3 min caminhando;
90 seg correndo com 90 seg caminhando;
3 min correndo;
Desaquecimento: 04:10 min caminhando.
4 Aquecimento: 5 min caminhando;
3 min correndo com 90 seg caminhando;
5 min correndo com 2 min e 30 seg caminhando;
3 min correndo com 90 seg caminhando;
5 min correndo;
Desaquecimento: 2 min caminhando.
Aquecimento: 5 min caminhando;
3 min correndo com 90 seg caminhando;
5 min correndo com 2 min e 30 seg caminhando;
3 min correndo com 90 seg caminhando;
5 min correndo;
Desaquecimento: 2 min caminhando.
Aquecimento: 5 min caminhando;
3 min correndo com 90 seg caminhando;
5 min correndo com 2 min e 30 seg caminhando;
3 min correndo com 90 seg caminhando;
5 min correndo;
Desaquecimento: 2 min caminhando.
5 Aquecimento: 5 min caminhando;
Repetir 2x: 5 min correndo com 3 min caminhando;
5 min correndo;
Desaquecimento: 2 min caminhando.
Aquecimento: 5 min caminhando;
8 min correndo;
5 min caminhando;
8 min correndo;
Desaquecimento: 01:45 min caminhando.
Aquecimento: 5 min caminhando;
20 min correndo;
Desaquecimento: 3 min caminhando.
6 Aquecimento: 5 min caminhando;
5 min correndo com 3 min caminhando;
8 min correndo com 3 min caminhando;
5 min correndo;
Desaquecimento: 4 min caminhando.
Aquecimento: 5 min caminhando;
10 min correndo;
3 min caminhando;
10 min correndo;
Desaquecimento: 4 min caminhando.
Aquecimento: 5 min caminhando;
25 min correndo;
Desaquecimento: 03:30 min caminhando.
7 Aquecimento: 5 min caminhando;
25 min correndo;
Desaquecimento: 4 min caminhando.
Aquecimento: 5 min caminhando;
25 min correndo;
Desaquecimento: 4 min caminhando.
Aquecimento: 5 min caminhando;
25 min correndo;
Desaquecimento: 4 min caminhando.
8 Aquecimento: 5 min caminhando;
28 min correndo;
Desaquecimento: 04:30 min caminhando.
Aquecimento: 5 min caminhando;
28 min correndo;
Desaquecimento: 04:30 min caminhando.
Aquecimento: 5 min caminhando;
28 min correndo;
Desaquecimento: 04:30 min caminhando.
9 Aquecimento: 5 min caminhando;
30 min correndo;
Desaquecimento: 04:30 min caminhando.
Aquecimento: 5 min caminhando;
30 min correndo;
Desaquecimento: 04:30 min caminhando.
Aquecimento: 5 min caminhando;
30 min correndo;
Desaquecimento: 04:30 min caminhando.


Devo confessar que no começo, não segui a planilha a risca, porque como eu já estava correndo a algumas semanas, os treinos das 3 primeiras semanas da planilha estavam muito fracos para mim, então resolvi fazer na primeira semana acompanhando a planilha, cada dia de treino representando o treino de uma das 3 primeiras semanas, ou seja, na primeira semana eu já tinha concluído os treinos das 3 primeiras semanas da planilha. A partir da quarta semana comecei a seguir a planilha a risca. Para conseguir seguir os treinos da planilha, utilizei a programação de treinos intervalados do endomondo, assim, a cada troca de ritmo, o celular me avisava o tempo que devia ficar e em qual ritmo, mas para quem não corre com o celular, existe a possibilidade de usa um mp3 player comum e baixar os treinos da planilha em áudio no podrunner.

 Parte de visualização e programação de treinos intervalados no endomondo

Posso dizer que pela minha dedicação, na sexta semana eu já estava fazendo os 5k que tanto almejava. Eu estava organizando meus treinos da seguinte forma, corria segunda, quarta e sexta seguindo as orientações da planilha e no sábado eu fazia um treino livre, até aonde conseguia, na sexta semana, meu treino livre terminou em um pouco mais de 5k o que foi uma verdadeira vitória para mim.
Hoje estou já me preparando para começar os treinos de 5k para 8k, também disponíveis no podrunner e minha meta é começar 2013 correndo 10k.
Sobre emagrecimento, desde quando comecei a correr, até agora, já se foram 8 kilos, mas vale lembrar que parei completamente com o consumo de refrigerantes e diminui drasticamente o consumo de frituras, passei também a me alimentar de 3 em 3 horas e aumentei meu consumo de saladas e de frutas, isso esta me ajudando bastante a ficar mais disposto no dia a dia, fora que além das corridas, tive aulas muito puxadas de jiu jitsu neste período.

25 anos depois, a primeira aventura em duas rodas!

Ok, não foi a primeira vez que eu andei de bicicleta, já andei bastante, mas acho que nenhuma vez foi tão desafiadora como foi nesse 05/08/2012, então por isso do titulo "primeira aventura" (também porque quero outras tanto ou mais desafiadoras). Mas vamos la, vou explicar do que estou falando.

Neste ultimo domingo (05/08/2012) eu me envolvi no treino do grupo 2° Desafio Bicicletas ao Mar, treino que recebeu  titulo de Pedal das Ciclofaixas e Ciclovias de São Paulo. Resumidamente este treino consistia em 85km de pedalada pela cidade de São Paulo passando pelas ciclofaixas e ciclovias da cidade. Pra quem não sabe, quando pequeno eu tive uma caloi mtb simplona de 18 marchas, andei muito, mas nunca cheguei a ir longe, na adolescência comprei uma bmx gts/diamondback com a esperança de aprender a fazer boas manobras (não, eu não aprendi nada), mas ela ficou para ir trabalhar e recentemente decidi comprar uma mtb para enfrentar desafios, seja longa distancia, seja trilhas leves, seja la oque for, então depois de pesquisar muito, comprei a minha querida OXER XR210.


Ela está nova ainda, antes do treino eu só havia rodado 75km em alguns dias alternados. (inclusive no dia do treino me perguntaram se eu estava estreando ela no dia hehehe). Então 85km pra mim chegava a assustar, mas coragem e determinação faz parte do meu caminho, sendo assim, me desafiei a completar esse treino. E la estava eu, domingo as 07:00 da manhã, na estação Brás da CPTM embarcando no trem com destino Calmon Viana, eu e mais 10 ciclistas.


Sim, isso mesmo, fomos com 11 bicicletas no ultimo vagão do trem, um pouco mais do que o permitido (4 bicicletas por trem), mas era um dia especial =]. Chegando na estação de São Miguel Paulista, eu e meu amigo Luke Sfair (que aceitou o desafio comigo), podemos ver o numero de ciclistas ir aumentando a cada minuto que se passava, então em pouco tempo, já havíamos enchido a entrada na estação de trem de ciclistas com suas bikes (uma mais bacana do que a outra diga-se de passagem)

Ali no canto direito da entrada da estação na parede branca, sou eu (camiseta branca) e o Luke (camiseta azul) esperando o inicio da aventura.

Após um pequeno atraso na saída, algumas barras de cereais e um bom alongamento, a massa dos ciclistas começou a subir as escadas em direção ao inicio do trajeto. Este foi o momento mais engraçado do treino (que na hora foi mais para desesperador), enquanto os ciclistas dobravam a esquina eu e o Luke tivemos a genial ideia de passar protetor solar, conclusão, ao chegar na esquina, cade todo mundo? É isso mesmo que você está pensando, após virar a esquina, não tinha ninguém, nem sinal, então subimos na bike e tratamos de descer a rua, mas nada, nem de longe, não conseguíamos ver ninguém e a cada bifurcação perguntávamos aos pedestre "oi por favor, você viu um monte de ciclistas passando por aqui" e a resposta era sempre "ah foram por ai" e la íamos nós pedalando o mais rápido possível pela rua indicada, imagine nossa situação, nem eu nem o Luke conhecíamos a região, não tínhamos o telefone de ninguém, estávamos prestes a perder o treino inteiro, mas depois de uns 5 min pedalando, achamos o grupo a longe (ufa). Então nos aproximamos e conseguimos nos juntar com o bando denovo, mas mesmo assim eu não podia parar para iniciar o registro do treno no endomondo, só uns 5 min a frente consegui pegar uma distancia e parar para iniciar o endomondo.
Passado o desespero, chegamos a ciclovia de são miguel (ciclovia do parque ecológico do rio tietê), uma excelente ciclovia por sinal, com uma ótima largura (até 4 bikes, uma do lado da outra) e uma boa extensão.


Além de nós, muitos ciclistas e corredores estavam utilizando a ciclovia, o que tornou o trajeto mais bacana. Ainda na ciclovia de são miguel, fizemos uma parada enfrente ao parque ecológico do tiete, bom para manter a hidratação corporal e reunir o pessoal que estava mais a frente ou que estava mais para trás. Essas paradas durante o treino foram cruciais para os iniciantes como eu recompor um pouco das forças para seguir em frente. Após esta parada pedalamos até o fim da cliclovia, onde pegamos um pequeno trecho até a primeira ciclofaixa do treino, a ciclofaixa de lazer da zona leste.



Se você é n00b igual eu, deve estar se perguntando "qual é a diferença de uma ciclovia e uma ciclofaixa", não precisa ter vergonha disso, até o dia do treino eu também não sabia, mas na hora ficou claro. As ciclovias são fixas, foram construidas e estão disponíveis a qualquer momento, as ciclofaixas não, as ciclofaixas são faixas da rua que são reservadas no fim de semana em um horario controlado, para o uso de ciclistas, isso mesmo, imagine uma avenida com sua faixa da esquerda destinada para o uso exclusivo de bicicletas, esse é o funcionamento de uma ciclofaixa, bacana não? Ao descobrir o que é uma ciclofaixa também acabei conhecendo o pessoal do SOS BIKE, que estavam a serviço nas ciclofaixas que percorremos. O SOS BIKE, é um conjunto de mecânicos/ciclistas que ficam em tendas e/ou circulando nas ciclofaixas de são paulo, oferecendo serviços como regulagem de freio, remendo e calibragem de pneu, ajuste de banco, etc, tudo de forma gratuita, uma iniciativa realmente muito boa. Da ciclofaixa de lazer da zona leste, atravessamos a estação Artur Alvim, para finalmente chegarmos na ciclovia da Radial Leste (minha conhecida).


A ciclovia da radial leste pega todo trecho entre as estações CORINTHIANS-Itaquera e Tatuapé da linha vermelha do metro, é uma boa ciclovia porem eu acho um pouco estreita e a algum tempo ela está passando por reformas no trecho penha-carrão, obrigando os ciclistas a fazer um desvio. No dia do treino não foi diferente, pedalamos da estação artur alvim até a estação penha, onde tivemos que atravessar por dentro da estação para pegar o tal desvio, que eu achei meio deficiente em termos orientação visual. Após o desvio ter sido feito, terminamos o trajeto entre estação penha e tatuapé e nos dirigimos rumo ao Parque da Juventude (antigo Carandiru). Antes de sairmos da zona leste, fizemos uma parada épica em uma feira nas proximidades da estação Bresser do metro.


Esse foi o momento onde pude recarregar praticamente 100% das energias, graças a um maravilhoso pastel de palmito e um revigorante caldo de cana (quem disse que vegan não tem vez?). Apos ter feito esse excelente almoço (sem ironias, vocês não imaginam o quanto estava bom esse pastel), é hora de voltar ao nosso destino na zona norte, rumo ao parque da Juventude.

Mais uma foto que apareci, fileira da direita, 4° ciclista da frente para trás. 

Caminho tranquilo até o parque de Juventude, na maioria do tempo tomamos uma faixa da rua para nós por conta própria (fizemos nossa própria ciclofaixa =] ) e acho que pelo numero de ciclistas presentes, os motoristas não tinham outra opção a não ser respeitar. No caminho passamos em frente ao shopping center norte onde tem uma loja Decathlon muito bacana para quem pratica qualquer tipo de esporte, recomendo.
Após um tempo de pedalada chegamos ao parque da Juventude, um parque realmente muito bacana. Nós atravessamos o parque por dentro e neste momento puder ir conhecendo mais sobre esse parque que até o momento era novo para mim. Do parque da Juventude, partimos para a ciclofaixa de lazer da zona norte.
Da cliclofaixa da zona norte, começamos a partir para a zona oeste, pela avenida brás leme. Trajeto wild também, fazendo nossa própria ciclo faixa. Confesso que nesse ponto do treino, eu comecei a pensar "caramba, olha o quanto eu já pedalei...", principalmente quando cheguei ao Memorial da América Latina, enfrente a estação barra funda do metro. Essa sensação foi surpreendente para mim, ano passado eu fazia o trajeto barra funda <-> belém no metro por causa da faculdade, agora, eu estava la, de bicicleta, vindo de muito mais longe. Outra coisa interessante desse momento, estava tendo uma celebração boliviana no memorial, depois fui pesquisar e descobri que se tratava da Festa de Independência da Bolívia, festa que estava extremamente animada, barulhenta e cheia.
O destino agora era a vila leopoldina, pela lapa e foi por onde seguimos, lembro que tiveram algumas subidas nesse momento, mas nada destrutivo (rs.) Passamos por ruas calmas e vazias e até por vielas.

Por essa foto, parece que eu estava morto de cansaço, sim eu sou esse da frente, hehehe

Foi com certeza um dos trechos mais calmos de todo percurso e as vielas foram agradáveis surpresas, para nós e para os pedestres que desde o começo do treino, sempre se surpreendiam com a quantidade de ciclistas juntos.


Confesso que deste ponto eu fiquei meio perdido por não conhecer a região mesmo, mas lembro que pegamos uma ciclofaixa na zona oeste e depois pegamos a ciclovia da marginal pinheiros. Esse tempo foi muita pedalada, até que finalmente chegamos ao Parque Vila Lobos, nossa primeira vitória!


Pra variar, o parque vila lobos é mais um parque que e não conhecia. Andei pouco por ele, mas já deu pra ver que é um parque sensacional, muito bonito, parecia ser grande, com serviços de locação e conserto de bikes, espero voltar la o quanto antes para conhecer o parque melhor e pedalar por la (ou até mesmo correr). Na verdade esse foi meio que o fim do treino para muitos, foi aonde o grupo se dissipou e cada um tomou o seu rumo. A ideia era ir até o Ibirapuera através da ciclofaixa da zona sul e de lá pegar o metro mais próximo, então esse foi a minha missão final neste domingo, a distancia do vila lobos até o ibira era de 20km, seria o desafio final, visto que nessa hora já estávamos realmente cansados, mas desistir não era nossa intensão, até mesmo porque não tínhamos saída hehehe, então eu e o Luke, enchemos o squizes e partimos rumo ao parque do Ibirapuera, pela ciclofaixa da zona sul. A ciclofaixa era meio confusa para nós que não conhecíamos bem a região, mas o pessoal que estava trabalhando la foi muito atencioso conosco e foram nos dando as instruções. Depois de pedalar 16km, decidimos partir para estação mais próximo do metro, de onde estávamos mesmo e foi aqui que começou a parte dolorosa do dia. Nós resolvemos ir para estação Faria Lima do metro, o que significava que teríamos que voltar nosso trajeto até a faria lima e pedalar até a estação, mas eu não imaginava o quanto que teríamos que pedalar até a estação, que basicamente foi a faria lima inteira. Pensando assim, pode não parecer muito, mas, pra quem já tinha pedalado quase 80km e estava a quase 6 horas nessa batalha, a faria lima foi uma guerra, confesso que fiz festa quando vi a estação no final da rua.


Depois disso foi só pedalar da estação carrão até minha casa, o que teve o seu charme, já que eu nem conseguia sentar no selim de tanta dor que deu, rs. Depois do merecido banho e um lanche, acabei sentindo saudades do role e fui cochilar já pensando no próximo. Muito obrigado a todos que foram, o pessoal no geral foi muito gente fina, os organizadores estão de parabéns, manteram o controle de tudo e parabéns para todos que conseguiram completar esse desafio.
Abaixo vou colocar o workout que endomondo registrou, com todas as estatisticas. Na maioria do treino, o tempo estava correndo, mesmo estando parado, alguns momentos de parada mais longa eu pausava, mas foram poucos casos.



Ao final, passei pela zona leste, zona norte, zona oeste e zona sul de são paulo,tudo pedalando. Deu para ver que eu realmente gosto de pedalar e que preciso praticar mais as subidas.
Que venham outros. VEGAN POWER!

terça-feira, 7 de agosto de 2012

2 anos depois...

Eu resolvi voltar a postar aqui...
Mas porque você parou? não sei,  geralmente fico de saco cheio de manter essas paradas atualizadas, ou não tenho tempo mesmo.
Então porque você voltou? na real eu não iria voltar, iria fazer um blog novo, pra falar sobre as experiencias que estou tendo com o esporte (corrida, bike e jiu jitsu), mas já que já tinha esse, pra que poluir mais a internet?
Você não sabe usar o 'porque'? Não, =).

Então e isso ae, vou voltar a escrever as babozeiras que acho que ninguém se interessa, mas também vou tentar trazer alguma informação bacana.

Ah, antes que alguém pergunte, continuo VEGAN STRAIGHT EDGE! mais forte e mais convicto do que nunca!